← Techstars Blog

Tradução do post It Takes More Than a Formula to Change the World, por Chet Kittleson

Desde o início estamos sempre procurando uma formula que funcione. Seja uma habilidade em desenvolvimento web que gere renda, ou um estilo que atraia membros do sexo preferido, procuramos pelas coisas que funcionam e se formos sortudos nós achamos e as seguramos como se não houvesse amanhã. E por que não deveríamos, se algo funciona sem dúvida é nosso direito aproveitar. Nós merecemos.

Mas o que acontece quando a formula se torna familiar? O que acontece quando desenvolvemos um nível profundo de confiança na fórmula e começamos a depender dela? Nós vimos funcionar tantas vezes, e vimos funcionar tão bem, então independente de quanto trabalho nós dediquemos, as coisas devem ficar bem. Certo?

Eu tenho algo a confessor. Meu nome é Chet Kittleson, sou um organizador, facilitador e membro chave do time Startup Weekend e eu nunca criei uma experiência de classe mundial. Tenho dependido de uma fórmula testada e comprovada, nesse caso o Startup Weekend, para carregar a maior parte da carga. Me acostumei com simplesmente colocar as pessoas na sala, e esqueci que meu objetivo é mantê-las lá.

Ao mover para o porquê de acreditar que isso é errado para mim, e exclamar minha declaração pessoal de mudança e ser parte apenas de coisas extraordinárias, deixe-me fazer um prefácio com isso: mudar a vida de uma pessoa é uma conquista espetacular. Se você administra um evento ou opera um blog ou algo do tipo, mudar a vida de uma pessoa é um objetivo admirável. Estamos todos ocupados e aqueles de nós que gastam tempo construindo comunidades devem se sentir orgulhosos. Estamos fazendo algo, e isso é excepcional.

Mas não mais me sinto bem com isso. Recentemente facilitei um evento Startup Weekend para a Embaixada Americana no Canadá e tive um pequeno gosto do que é ser parte de algo realmente significativo. Com um orçamento maior do que o normal, tivemos a possibilidade de trazer 60 participantes de 19 cidades do Canadá. Tivemos a possibilidade de atrair imprensa de alto nível. Tivemos a possibilidade de criar energia e fazer barulho, simplesmente pelo fato desse evento em Ottawa, Ontario juntar pessoas jovens de todos os cantos de um país para inspirar mudança.

Quando o evento terminou, eu estava mais do que extasiado com os resultados mas ao mesmo tempo desapontado comigo mesmo. A Embaixada fez um trabalho incrível coordenando a viagem de um número grande de pessoas para uma única região. As pessoas fizeram um trabalho incrível ao adotar as filosofias do Startup Weekend, compartilhar idéias, criar empresas, falar com clientes e todo o resto. E eu fiz um bom trabalho ao deixar as pessoas empolgadas na Sexta e Domingo quando nós, facilitadores, tomamos o palco para fazer exatamente isso.

E foi isso. Peguei um evento especial, apliquei uma fórmula testada e aprovada e funcionou. As pessoas estavam felizes. Então por que estou desapontado?

Quase uma semana mais tarde, e depois de uma ótima conversa tomando algumas cervejas com Rob Foxall, organizador do Startup Weekend de Vancouver BC, eu descobri. (Boa coisa também, se eu não tivesse, esse artigo estaria seco, pra não dizer coisa pior.) Eu confiei na fórmula. Peguei uma oportunidade incrível e mantive com todo meu poder. Foi uma falha? Não, longe disso. Mas também não foi tudo que poderia ter sido.

Moral da história, não vamos esquecer que “depende de nós, cada um de nós, criar o mundo e comunidades em que queremos viver.” Ouvi naquela conversa do TEDx de Greg Tehven  sobre o trabalho que ele e os parceiros fizeram para basicamente mudar seu lar; Fargo, North Dakota. O objetivo não é gastar mais tempo ou dinheiro ou recursos. O objetivo é pegar o tempo e dinheiro e recursos que temos, e fazer o melhor com eles. Faça cada segundo e cada centavo contar, e nunca pare de trabalhar para criar uma experiência de classe mundial.

“Em Fargo, fazemos nosso melhor para ir além de eventos, nos juntando em locais tediosos com comida mediana, no máximo. Estamos focados em criar experiências, pensando através de detalhes do cheiro, visual, habilidade de conectar, etc. Durante nossos Startup Weekends, antes dos resultados do julgamento serem divulgados no último dia, nós tivemos o campeão de ioiô mais jovem do mundo no palco para compartilhar seus talentos e um grupo de estrelas do rock de 10 anos cantando Journey. Nosso time em Fargo sabe que temos apenas uma chance de criar uma primeira impressão e nossos eventos são desenhados e construídos com a ideia de criar experiências e comunidade,” disse Tehvan. Clique aqui para um resumo em vídeo do seu último Startup Weekend, eles fazem um trabalho incrível.

Como Greg disse, “nós temos uma chance de criar uma primeira impressão.” Nosso objetivo como organizadores e facilitadores é de expor o quanto de pessoas for possível ao empreendedorismo. Queremos criar um local seguro para as pessoas colaborarem, compartilharem ideias, para encontrar pessoas que pensam parecido, e quem sabe até criar empresas. Descobrimos a fórmula que coloca as pessoas dentro da sala, é nosso trabalho como líderes de nossas respectivas comunidades de tomar precauções adicionais para mantê-las lá.

 

Traduzido por: Estela Camargo

Tony Celestino